A maquiagem verde de Macron

Central nuclear de Fessenheim é antiga e conhecida por panes
O plano energético do presidente francês não é nem uma entrada na saída: 75% da França dependem da energia atômica, e ele quer reduzir essa parcela aos 50% daqui a dez anos.
Pelo menos Emmanuel Macron deverá, finalmente, fechar a central de Fessenheim, conhecida por panes e um ponto de discórdia permanente entre Alemanha e França. Apesar disso, o país ainda vai depender da energia atômica por décadas. Macron não ousa onerar seus cidadãos com preços ainda mais altos de energia, depois que sua decisão de aumentar os impostos sobre a gasolina Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!