Brasil sobe dez posições em ranking de países com maior risco climático

Eventos extremos como secas e chuvas intensas, com deslizamentos de terra, têm sido cada vez mais frequentes no Brasil e já deixam o país numa situação mais vulnerável em termos de perdas. É o que mostra a nova edição do Índice Global de Risco Climático elaborado pela organização Germanwatch e lançado nesta terça-feira, 4, na Conferência do Clima da ONU que ocorre em Katowice (Polônia).
O Brasil subiu dez posições no ranking de países mais impactados por eventos climáticos extremos, passando de 89º para 79º em 2017, na comparação com 2016.
O ano passado, de acordo com o levantamento, foi o campeão Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!