Negacionistas do clima deveriam estar no hospício, diz micronação ameaçada

São Paulo – O primeiro-ministro de Samoa, Tuilaepa Sailele, criticou os negacionistas das mudanças climáticas e pediu à Austrália que faça cortes mais profundos nas emissões de carbono para ajudar a salvar as nações das ilhas do Pacífico dos “desastres” associados ao aquecimento global.
Em pronunciamento durante uma visita ao Instituto Lowy, de estudos políticos externos, em Sydney, Sailele afirmou que a mudança climática representa um “desafio existencial” para as ilhas no Oceano Pacífico e que os países desenvolvidos precisam reduzir as emissões de gases de efeito estufa para conter o aumento das temperaturas e do nível do mar.
“Todos nós Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!