O projeto para salvar a ararinha-azul da extinção

Uma ararinha-azul no criatório de Berlim. Espécie é natural da caatinga brasileira
O pequeno município alemão de Rüdersdorf, com pouco mais de 15 mil habitantes e localizado a 26 quilômetros de Berlim, esconde um enorme tesouro. Nele estão 146 das cerca de 160 ararinhas-azuis que existem no mundo. Nativa do Brasil, a espécie desapareceu da natureza há quase 18 anos. Mas, se depender da associação que cuida das aves na cidade alemã, essa situação mudará em breve.
A partir de 2019, a Associação para a Conservação de Papagaios Ameaçados (ACTP) pretende reintroduzir as primeiras ararinhas-azuis em seu habitat natural: a caatinga. Para Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!