ONU lança no Rio iniciativa para proteger ativistas ambientais do mundo todo

O Brasil é o país mais perigoso para os ativistas que atuam pela proteção do meio ambiente. De acordo com a ONG Global Witness, foram 57 homicídios ligados ao tema no ano passado, sendo 25 em três chacinas coordenadas para assassinar ambientalistas.
Não é à toa que o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente escolheu o Rio de Janeiro para lançar, no Museu do Amanhã, uma Iniciativa para proteger defensores ambientais de intimidações, ameaças e assassinatos.

Ambientalistas convidados pela ONU

O objetivo é esclarecer ao público o que são os direitos ambientais e as maneiras para defende-los, elaborando estratégias para combater Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!