Satélites facilitam o mapeamento de pontos de poluição por amônia

O satélite Glory, da Nasa (Nasa/Divulgação)
Produzida a partir dos fertilizantes usados na agricultura, a amônia é um poluente que oferece grandes riscos quando presente na atmosfera. O problema é que identificar os principais pontos de emissão desse gás é bastante complicado. Mas uma solução para essa dificuldade pode vir de cima. Um estudo da Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica, publicado na revista Nature mostra que satélites usando radiação infravermelha conseguiram identificar os principais “geradores” de amônia com muito mais detalhes do que as tecnologias anteriores eram capazes.
A pesquisa diz que as estimativas colhidas antes subestimavam a magnitude das emissões. Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!